Blog Viver

Vivendo em Casa | Dica #03: Brincadeiras para Aumentar a Interação entre Pais e Filhos



Neste bloco de brincadeiras, vamos explorar a interação. O objetivo é que seu filho aumente o interesse por pessoas e que vocês se divirtam juntos. Se seu filho ainda está aprendendo a interagir, você precisará fazer bastante graça, buscar o olhar dele e procurar o tom de voz e forma de contato que mais interessa-lo. Algumas crianças preferem movimentos mais fortes, outras preferem mais suaves. Explore fazer sons engraçados e criar expectativa no seu filho durante as brincadeiras.


Estas brincadeiras são sensório sociais e você pode utiliza-las quando precisar regular seu filho. A depender do momento do dia, você pode fazer brincadeiras mais suaves para acalmá-lo ou mais movimentadas para agitá-lo. A lista abaixo são apenas algumas sugestões, mas você podem utilizar qualquer música que gostem ou atividade que lembre da sua infância. Pode ser criativo e divirta-se também.


Faça uma pausa a cada ciclo de movimentos para criar expectativa. Neste momento, espere que ele de sinais de que quer continuar e então continuem a brincadeira. Observe os sinais de que ele não está mais interessado (o que ocorre geralmente por volta de 4 a 5 minutos), e comece a diminuir o ritmo para encerrar. Da mesma forma, se você já estiver cansado, comece a encerrar aos poucos para não haver uma quebra abrupta da estimulação.


Abaixo listamos situações de interação e aprendizado simultâneos, onde você estimulará seu filho em pelo menos 4 habilidades enquanto brincam em casa:

  • Contato visual: seu filho olha para você quando estão interagindo?

  • Reciprocidade Sócio Emocional: seu filho se diverte quando está brincando com você?

  • Atenção Compartilhada: seu filho alterna o olhar entre a brincadeira e você para chamar/compartilhar o que está fazendo/acontecendo?

  • Comunicação: Seu filho faz algum gesto, emite algum som, sorri, olha, aponta, ou te puxa pedindo mais? Sempre exija um pouco mais do que ele já sabe. Se ele já fala 1 palavra, não aceite apenas gestos para se comunicar.



Serra Serra


Sente-se de frente para a criança e segure-a pelo braço. Em movimentos de vai e volta para frente e para trás com o peso do corpo, cante a música como a seguir. Você pode fazer cosquinhas no final, se seu filho não tiver aversão, ou fazer alguma graça para ela. Busque deixar a brincadeira bem interessante:

Serra, serra, serrador. Quantas tábuas já serrou? Uma, duas, três! Serra, serra, serrador, Serra o papo do vovô... Quantas tábuas já serrou? 1, 2, 3, fora uma que quebrou!


Formiguinha


Aqui você pode ir caminhando com a ponta dos dedos na parte do corpo da criança de acordo com a música. O legal é fazer cócegas e balançar o corpo a cada refrão. Vocês podem inventar mais rimas.



Fui ao mercado comprar café Veio a formiguinha e subiu no meu pé. - Refrão - E eu sacudi, sacudi, sacudi Mas a formiguinha não parava de subir Fui ao mercado comprar batata roxa Veio a formiguinha e subiu na minha coxa - Refrão - Fui ao mercado comprar mamão Veio a formiguinha e subiu na minha mão. - Refrão - Fui ao mercado comprar gerimum Veio a formiguinha e subiu no meu bumbum. - Refrão -


A Canoa Virou


Assim como o Serra Serra, vocês sentarão de frente um para o outro, mas agora deverão balançar para os lados. A ideia é que o movimento seja o suficiente para a criança sentir o equilíbrio.



A canoa virou Por deixar ela virar Foi por causa de ... (diz o nome de uma criança) Que não soube remar. Se eu fosse um peixinho E soubesse nadar Eu tirava a .....(diz o nome de uma criança) Lá do fundo do mar


A Janelinha


Nesta música, primeiro o adulto canta e faz os gestos de abrir e fechar com as mãos cobrindo e descobrindo o rosto. Em seguida pode tentar que a criança também os faça. É uma ótima oportunidade para buscar o olhar da criança e criar expectativa quando a janelinha abre, como nas brincadeiras de se esconder.



A janelinha fecha Quando está chovendo A janelinha abre Se o sol está aparecendo. Fechou, abriu. Fechou, abriu, fechou. Abriu, fechou. Abriu, fechou, abriu.

Fique por dentro!

Entre

em Contato

71 3021 -1314

contato@habilidadesparavida.com.br

R. Solimões, 146 - Stiep CEP: 41.770-090 - Salvador, BA

2019 © Viver - Instituto de Habilidades para Vida  -  Todos os direitos reservados  -  Criado e desenvolvido por Cicero Villas-Bôas